Parte 4 – Ok, e como usar???



Uma parte do sabor e conteúdo nutricional do azeite começa a se perder em altas temperaturas, mas isso só ocorre a partir de 200°C, uma batata frita se faz à 180°C, ou seja, os azeites virgens e extra virgens podem, seguramente, ser usados para fritar, refogar ou mesmo assar.

De qualquer forma, onde o azeite brilha em seu esplendor é quando usado para finalizar pratos, tanto frios como quentes, e adicionar à eles toda sua complexidade de sabores.

Para saber qual o azeite que mais combina com seu prato ou que você mais gosta é necessário provar diversas variedades e encontrar a que mais se encaixe à sua necessidade, o que, cá entre nós, não será um problema, né?


O ponto de maturação da azeitona no momento da colheita influencia no sabor do azeite, assim como a forma que ele foi processado e armazenado.

Um bom azeite deve ter aroma e sabor de algo que cresceu no campo, grama verde recém cortada, frutas como maçã ou tomate, alcachofra e até frutos secos, mas NUNCA de algo que está guardado há

meses num porão fechado, isso seria, com certeza, um azeite ruim!

Por essa razão é importante manter seu azeite bem vedado, longe do contato direto ou próximo à luz, calor ou ar, já que a variação e incidência desses componentes podem acelerar o processo de oxidação e degradação do azeite.

#sabãodeazeite #cozinharcomazeite #usodoazeite

30 visualizações

Assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades!

SIGA-NOS

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

© 2017  por Olivoteca. Todos os direitos reservados. Reprodução autorizada desde que citada a fonte